• ARQ+H

HOTELARIA E HOSPEDAGEM – UMA VISÃO DO PÓS CRISE 2020

Atualizado: Abr 12

Estamos em abril de 2020, vivendo uma nova crise sem precedentes em nossa história para conseguirmos avaliar ou projetar alguma mudança concreta. Não temos base de dados para comparar e conseguir prever um desfecho de como será nosso futuro, partindo disto, conseguimos somente “imaginar e premeditar” um cenário possível. Neste momento de reclusão e quarentena, temos somente a certeza de que:

Nada vale a pena, se não for “compartilhado” com outras pessoas.

Baseado nisto, relaciono abaixo algumas perguntas que todos devem (ou deveriam) estar se fazendo neste momento de incertezas. Com o foco direcionado para o contexto da HOTELARIA E HOSPEDAGEM, vou iniciar com CONCEITOS SIMPLES, para sugerir realizações e novos caminhos na prática:

QUAL O REAL VALOR DA VIDA? O QUE É FELICIDADE?

Desenvolvimento de forma mais equilibrada as nossas quatro áreas da vida: profissional, vida pessoal, relacionamentos e qualidade de vida. Talvez agora, pensar em qual destas áreas estamos em desvantagem.

Viver melhor com mais saúde, desfrutar mais das nossas experiências, caminhar de forma mais vagarosa, saborear mais, reclamar menos, explorar locais próximos a mim, ser mais humilde, não acumular, menos status social para que o outro me veja.

Estávamos correndo muito, com uma vida repleta de tarefas postergando itens complexos para resolução imediata. Será que após isso tudo acabar, conseguiremos manter a passividade e calmaria para as coisas terem mais sentido e serem mais bem aproveitadas?

Como isso é possível de ser feito nas áreas da hotelaria e hospedagem:

O MELHOR DA MINHA REGIÃO

Estamos resgatando o sentido regional, com a globalização a cidade ficou cada vez maior e a família cada vez menor. Assim chegamos ao ponto principal:

- Iremos desfrutar regiões ao redor e próximas de onde estamos. Precisamos direcionar nosso olhar, de quem chega de fora, para questionar como minha região é especial, como selecionar roteiros que traduzam a essência e o melhor.

- Não será tão necessário ir muito além, vamos repensar o que tenho perto e que seja agradável e nos remeta emoções e sensações acolhedoras.

O QUE REALMENTE VALE A PENA REALIZAR NESTA VIDA?

Viver com mais qualidade e definir o que é qualidade e como posso extrair o melhor dela.

Diminuir as nossas expectativas em relação ao externo, afinal não temos certeza de nada e tudo está fora de nosso controle.

Alterar o foco para o nosso hoje e agora. Deixar ir o que não faz mais sentido.

Trocar “O QUE EU PRECISO fazer, ter, realizar”, pelo “O QUE EU POSSO fazer, ter, realizar”.

Como isso é possível de ser feito nas áreas da hotelaria e hospedagem:

EXPERIÊNCIAS

- Experiências continuarão sendo o carro chefe de nosso futuro próximo.

- Desfrutar novas rotas de vinhos, rota de flores, rotas gastronômicas.

- Vivenciar regiões e lugares diferentes de nosso dia a dia, que nos retire das áreas urbanas, e que nos leve para experiências únicas e autênticas, de forma que nossa mente e bem estar sejam renovados.

COMO CUIDAR MAIS DA NATUREZA?

Aqui colocamos o nosso foco na auto responsabilidade. Como posso perceber, descobrir e estudar o que existe de melhor na minha região? Como os bens naturais (água, iluminação, energia, terreno) podem trabalhar a meu favor.

Como isso é possível de ser feito nas áreas da hotelaria e hospedagem:

MEIO AMBIENTE

Ambientes e construções com o foco no: Natural, simples e minimalista.

- Utilizar revestimentos naturais, pedras da sua região, madeiras, artesanato local.

- Reaproveitamento de água, como minimizar ou economizar a água, como reaproveitar essa água já utilizada para lavagem de áreas externas.

- Geração de energia mais limpa, avaliar o custo x benefício de painéis solares. Prever reformas ou construções que aproveitem melhor a iluminação natural, oferecer ambientes de estar próximos ou voltados para paisagens inspiradoras.

- Diminuir a reposição de amenities, avaliar se ofereço além do necessário, ou se ofereço por que o mercado induziu a isso. Desenvolver parceiros locais para a produção artesanal destes produtos.

COMO AJUDAR O OUTRO SEM O PREJUDICAR?

Desenvolver e manter uma cadeia de produtores, fornecedores e agricultores regionais.

Pesquisar o que na sua cidade tem de melhor e apresentar ao seu hóspede. Se sua cidade tem foco no litoral, se é uma cidade histórica, se é uma metrópole, se é baseado no turismo de aventura e natureza, é isso que fará toda a diferença.

Seu hóspede estará muito mais conectado emocionalmente e irá lembrar-se das experiências que teve, quando as principais características da região, vão ao encontro dele de forma lúdica. Seja no visual e decoração dos ambientes, como na música das áreas sociais, ou nas louças, arranjos de mesa e tipo de toalhas são postas no café da manhã.

Como isso é possível de ser feito nas áreas da hotelaria e hospedagem:

PRODUTORES E FORNECEDORES

- Decoração, móveis e objetos: Desenvolver parcerias com artistas locais. Trazer para dentro da sua hospedagem o que o hóspede poderia encontrar fora.

- Alimentos e Bebidas: Modificar o cardápio para que valorize o produtor local.

- Lavanderia e enxoval: Diversificar seus parceiros na prestação de serviço de reposição e lavagem, inserir itens em toalhas, almofadas (fibras naturais, tramas artesanais), cobre leito, tapetes que possuam símbolos ou desenhos que remetam ao conceito do local.

Para concluir, estes são alguns pontos, já desenvolvidos por especialistas na área de turismo sobre novas tendências, mas que neste momento nos fazem avaliar e repensar nossos REAIS CONCEITOS do “bem viver do ser humano”. Como já dissemos no início: nada vale a pena, se não for “compartilhado” com outras pessoas.

Então, seguimos mantendo nosso sorriso no rosto para dizer:

Seja muito bem vindo!

Volte sempre!

Texto inspirado na entrevista feita por Ivane Fávero e Rômulo, para Priscila Boeira Relato, publicado no Youtube em 31-03-2020, título “Qual será o futuro do turismo pós-coronavirus”.

Disponível em: https://youtu.be/UxOuqCfGJao

0 visualização

CONTATO (11) 99948-2208