• ARQ+H

FUTURO DA HOTELARIA E TURISMO COMO FICA?

Especialistas na área de turismo já discutiram muito sobre novas tendências para o mercado de hospedagem, hotelaria e viagens para o ano de 2020 em diante.

O contexto em que estamos vivendo hoje é a crise da pandemia. Estamos diante de uma nova janela, que está sendo aberta de forma muito lenta, porém ainda não conseguimos ver além, o foco e nitidez deste novo horizonte.

Alguns movimentos sociais estão sendo iniciados agora, por exemplo:

- Cuide do pequeno negócio local: incentivo para continuidade do consumo de pequenos produtores e comerciantes, pois os gigantes permanecerão com ou sem crise.

- A sociedade se mobiliza para famílias com vulnerabilidade socioeconômica: campanhas e doações são iniciadas por pessoas físicas e empresas, não dependendo somente da política.

- Toda decisão deve ser tomada baseada em ciência e estatística: a ciência e a pesquisa antes descartada pelo governo, voltam a serem necessários e essenciais.

Como isso é possível de ser feito nas áreas da hotelaria e hospedagem:

- Escapada por pequenas viagens ao longo do ano: desfrutar as pausas ao longo do ano, viajar aos finais de semana, aproveitar as emendas de feriados, e não somente acumular sua tensão para viajar somente uma vez no ano.

- Fuga do digital: busca pelo descanso longe das metrópoles, em ambientes mais naturais, sem muitas aglomerações, com mais contemplação.

- Desfrutar regiões ao redor e próximas: o desejo por cidades turísticas saturadas, repletas de gente e multidão, onde não é possível fotografar uma construção ou ponto turístico sozinho, não será mais o foco do turista. O “status social” poderá estar mais direcionado, finalmente, para o SER, para o refúgio e a reclusão programada.

- Trabalhar os municípios para novas campanhas de marketing, onde todos podem se beneficiar: baseado no item acima, onde o foco será por “refúgios pouco explorados” poderemos ter valorização por pequenas cidades e regiões que não possuam uma grande demanda. Campanhas em conjunto, entre municípios e agências de desenvolvimento do turismo, podem alavancar e colocar no mapa, regiões antes despercebidas.

- Queda das viagens para o exterior: valorização do local. As pessoas aos poucos irão voltar a viajar, após a crise da pandemia, algumas por conta da questão financeira, outras, por perceber que o que tenho aqui perto, também tem muito valor. Viajantes poderão buscar por história, cultura e contexto, permitindo desenvolver e criar novas rotas e experiências.

Somente quando temos DESAFIOS, nossa mente começa a SOLUCIONAR.

Texto inspirado na entrevista feita por Ivane Fávero e Rômulo, para Priscila Boeira Relato, publicado no Youtube em 31-03-2020, título “Qual será o futuro do turismo pós-coronavirus”.

Disponível em: https://youtu.be/UxOuqCfGJao

0 visualização

CONTATO (11) 99948-2208